SEJA UM FRANQUEADO
event

Açaí seguro – mitos e verdades


12/03/2019

 Existem muitas informações desencontradas e sem base científica sobre a segurança no consumo do açaí, principalmente em relação à transmissão da doença de Chagas. Preparamos esse artigo para desmistificar algumas das informações que são passadas sobre o consumo seguro do açaí.

Abaixo alguns mitos e verdades sobre o assunto:


Mitos


1- O uso de água mineral no preparo do açaí, combinando a cloração e catação, elimina a contaminação do açaí com a doença de Chagas.


2- Todo inseto popularmente conhecido como barbeiro ou chupão transmite a doença de Chagas.


3- Apenas o processo conhecido como pasteurização pode garantir que o produto seja seguro.


4- O choque térmico (branqueamento) no fruto do açaí altera o sabor da bebida.


5- O choque térmico (branqueamento) no fruto do açaí torna o fruto “encruado” e dificulta a retirada da polpa.


Verdades


1- É possível pegar a doença de Chagas consumindo açaí congelado de produtores não certificados e sem garantia de procedência.


2- A doença de Chagas também é transmitida pelo contato de pessoa para pessoa.


3- A pasteurização da polpa de açaí é a mesma técnica que o tratamento de choque térmico (branqueamento) do fruto do açaí.

A Ahçaí recebe seu fruto diretamente do Pará, de empresas de matérias primas certificadas pelo IBD (maior certificadora de produtos orgânicos da América Latina). E todo açaí passa por um rigoroso processo de higienização, lavagem e aquecimento da polpa antes do congelamento, todos os processos passam por fiscalização do Ministério da Agricultura. Garantindo assim que nosso produto seja seguro e livre de pragas.